Moh Legal

Just another WordPress.com site

Dia da consciência negra… e daí?

Dia da consciência negra e a intolerância está mais forte do que nunca. Sou totalmente contra ela, sem hipocresia nenhuma, fico puto com estes fatos!

É insuportável ver a perseguição que sofrem os negros, indígenas e nordestinos, ou seja, os brasileiros legítimos, de sangue não-europeu.

Vejam o que fizeram no muro de uma escola primária que fica perto da minha casa:

Nem vou comentar a respeito do preconceito enorme que estes atos retratam, prefiro me focar em outro detalhe.

Vejam só que estupidez é está segunda pixação. Trata-se de uma suástica pixada por um latino-americano. Isso é assinar um atestado de burrisse, porque além de todas as ideologias escrotas do Partido Nazista, COM CERTEZA o cara que pixou isto, se vivesse na Alemanha nazista, seria fuzilado só pelo simples fato de ser latino-americano. No entanto, ele fica prestando culto para uma entidade que está cagando para ele e que quer mais que ele morra. Tosco, né?!

Voltando a falar do dia de hoje, penso que os negros precisam é de direitos, oportunidades, julgamentos, salário e tudo mais igual aos brancos, e não de uma data ridícula ou cotas para entrar em qualquer lugar.

2 comentários »

Professora nota 10

“Após pichar a escola, aluno é obrigado pela professora a pintar a parede.


A mãe de um aluno de uma escola de Viamão, no Rio Grande do Sul, reclama da bronca que o filho levou da professora após pichar a sala de aula. A escola havia acabado de ser pintada em um mutirão de pais, professores e alunos no feriado de Sete de Setembro. Foram oito meses arrecadando dinheiro para comprar todo o material só as tintas custaram R$ 1.800,00.”

fonte: g1.com.br

Quem não viu esta reportagem pode se chocar junto comigo. Vocês acreditam que esta professora pode ser punida judicialmente?

Veja se pode: Pais de alunos levantam uma grana e fazem um mutirão para pintar a escola da comunidade. Vem um bacana e picha a parede da escola num ato de vandalismo indiscutível. A professora na posição de educadora toma na minha opinião a melhor das atitudes, coloca o rapaz para concertar o que estragou. A “mãe” do aluno soube e entrará na justiça contra a professora por ter exposto seu filho ao ridículo. E o pior, ela pode acabar punida mesmo.

Agora me fala: Que merda de justiça é essa?

Caso a punição se concretize, que autoridade terão os professores sobre os alunos? Para onde vai a motivação desta professora que se empenhava em manter as condições da escola e formação dos alunos?

É o fim dos tempos.

Essa professora tinha era que ganhar uma medalha de honra.

Eu concordo plenamente na ação que a professora tomou, se fosse meu filho quando chegasse em casa ainda iria apanhar.

1 Comentário »

Rio – 2016

O Rio de Janeiro não tem condições mínimas de sediar os jogos olímpicos! Não quero ser advogado do diabo, embora já esteja sendo, mas essa é a pura verdade.

Algo “gozado” é que eu comecei a escrever esse post há algum tempo, e alguns dias depois os traficantes dos morros cariocas simplesmente abateram um helicóptero da PM usando uma bazuca (leia).

Não estou dizendo que aqui em São Paulo as coisas sejam muito diferentes, na verdade é tudo praticamente a mesma coisa, tanto que recentemente defendi numa conversa entre amigos que um paulista ter medo de morar no Rio de Janeiro é algo ridículo. Que eu saiba São Paulo é a única capital do mundo que foi paralisada pelo crime organizado, quem não se lembra dos ataques do PCC? Porém, o que eu digo neste post é algo mais profundo do que essa rixa “Brasil vs Argentina” que existe entre paulistas e cariocas…

O fato é que infelizmente falar de olimpíada no Rio é uma piada de mal gosto. Quando digo infelizmente, é porque o Rio tem uma beleza incrível, de fato, a geografia de lá é exuberante (por mais que o homem estrague tudo…) todavia, não existe segurança naquele lugar. Como farão um dinamarquês, que vive num lugar onde a violência, desigualdade social, analfabetismo e a fome são praticamente zero, aceitar ficar um mês numa cidade onde morrem quase a mesma quantidade de gente que morre no Iraque (clique aqui e veja os números), sendo que o Iraque está em guerra há mais de seis anos, enquanto que o Rio é uma cidade puramente turística?

Há muito tempo que Rio vive quase que exclusivamente da imagem que a Rede Globo e as fúteis “celebridades” fazem de lá. Tanto é verdade que certa vez eu li no jornal da USP uma reportagem com uma moça africana que passou alguns dias no RJ, e ela dizia:

- O que mostram do Brasil lá na África é algo lindo! Vemos as novelas e ficamos “bestas” com as praias do Rio, principalmente com Copacabana. Babamos vendo o Maracanã lotado, o Cristo e os shows da Ivete. Porém quando chegamos aqui, somos vítimas de racismo, vemos muita poluição – no mar, nas ruas -, desigualdade social, prostituição e violência. A imagem que nos vendem é uma farsa.

Será que a “Cidade Maravilhosa”, é apenas uma maravilhosa propaganda enganosa?

O problema urbano do Rio já tornou-se aceitável, crônico e praticamente insolúvel. Para os traficantes, alistar novas crianças de seis, sete anos e torná-las a novas mãos de obra do tráfico é algo tão natural quanto fazer uma entrevista de emprego para contratar novos estagiários. Para quem nasce nas favelas do Rio, aceitar ou recusar a entrada para o mundo do crime é uma etapa natural que eles terão de encarar em algum momento de suas vidas e com isso, o crime organizado sempre se renova.

Se eu cair só minha mãe vai chorar, na fila tem um monte querendo entrar no meu lugar.

(Letra da música Soldado do Morro de MVBILL)

Hoje o Rio é uma cidade onde há leis paralelas, locais onde o governo não é nada, outros onde a polícia e o exército têm medo de entrar (e voar). Ou seja, quem manda no Rio é o tráfico e ponto final. Lá faz-se um luto oficial, toque de recolher e fecha-se todos os comércios quando um bandido ou um traficante são mortos. É algo que não é visto em nenhuma outra cidade do mundo.

O que deve acontecer daqui até 2016 é o de sempre. Haverá uma manipulação ainda maior das massas, com mais 18 novelas, 44 filmes do Didi, da Xuxa e 7.486 reportagens dizendo por A + B que o Rio é uma das sete maravilhas do mundo, no entanto, a verdade é uma só e se engana quem quer (eu não me enganarei). Talvez até abafem alguns casos de violência, como ocorreu nos jogos Pan-Americanos, onde não se encontrava em lugar nenhum (acho que nem no google!), notícias sobre violência no Rio, embora a ela nunca tenha acabado.

Eu quero muito que acontessam vários jogos olímpicos aqui na América Latina, no Brasil, mas no Rio, por motivos óbvios não dá!

4 comentários »

Tempo bom que não volta mais…

Os sintomas do aquecimento global resultantes dos maus tratos causados por nós ao planeta estão cada vez mais evidentes.

Eu me lembro de quando podia se esperar frio no inverno e calor no verão, de quando o Brasil não possuía desastres naturais, de quando a flor-de-maio da minha vó dava flor em maio, içá e siriri só saiam quando o calor do verão chegava… E eu nem sou tão velho assim. Agora virou uma bagunça total. A coitada da flor-de-maio está completamente desorientada, dá flor umas três vezes por ano.

Com relação a natureza, sabemos que ela tem total habilidade para lidar com essas coisas. Nós é que continuamos a viver da mesma forma, caminhando em trajetória direta para o caos, incapazes de inovar e nos salvar. Essa história mesmo de “Salvar o Planeta” eu já dei como batalha perdida. Só o que vejo é mais e mais passos em direção a destruição. Vejo formas estranhas de solucionar as coisas. Por exemplo, eu como bom cidadão jogo o meu papel de bala no lixo, depois retiram o lixo e, com sorte, ele chegará no lixão, um terreno que sacrificamos para podermos continuar chupando balas. Que solução é essa?

Naquele filme recém lançado O Dia em Que a Terra Parou eu estava rezando para o Keanu Reeves acabar com tudo de uma vez. O filme está certo e deixa bem claro que a praga do mundo é o ser humano.

1 Comentário »

FATEC e o descaso com o ensino público superior

Na FATEC de São Paulo (unidade da Tiradentes), a turma dos calouros do curso mais concorrido (Análise e Desenvolvimento de Sistemas, noturno), tem aproximadamente oitenta alunos. Para que as aulas fiquem mais produtivas, alguns professores dividem a classe em duas turmas de quarenta alunos. Nas aulas de terça-feira, enquanto uma Turma A assiste aula na sala 1, a Turma B assiste na sala 2.

Isso numa semana… Porque na semana seguinte muda tudo, a Turma A vai pra sala 2 e a Turma B vai pra sala 1.

Daí você me pergunta: Por que essa rotatividade?

E eu lhe respondo: Porque no curso mais concorrido da FATEC de São Paulo, uma das instituições mais antigas e renomadas do Brasil, temos que fazer um revezamento de sala para que o professor use o único data-show disponível, ou sendo mais especifico, nas terças não há duas salas com um computadorzinho e um projetor de imagens.

E o pior é que se fosse só isso as coisas estariam boas, pois alguns dos prédios da FATEC Tiradentes estão caindo aos pedaços, o principal deles é da década de 30, e precisa urgentemente de reformas.

Eu presencio isso e me pergunto como é que o governo ainda tem coragem de fazer discursos dizendo que investe nas FATECs do estado, se eles não sedem sequer verbas suficientes para se comprar as estruturas básicas e mínimas para se lecionar uma aula decente?

Como estudante de lá, eu vejo claramente que o que eles divulgam na opinião pública é pura deturpação dos fatos.

Há anos o Alckimin e atualmente o Serra vão à publico e dizem: “Dobramos, triplicamos, quadruplicamos, o numero de FATECs no estado de São Paulo”. E eu digo “Grande coisa, pois de que adianta abrir um monte de FATECs e não disponibilizar verbas para mante-las?”.

Estudar num prédio caindo aos pedaços e ter que revesar a sala de aula só pra ter acesso a um data-show, é ou não é um descaso com o ensino público?

5 comentários »

A saída de Muricy Ramalho

Putz, demitir o Muricy foi a maior besteira que a diretoria do São Paulo poderia ter feito!

Talvez o Ricardo Gomes até dê certo, acho bem difícil, porém a questão não é essa a questão é a seguinte, vendo o quanto o São Paulo anda jogando mal (péssimo!) e considerando que esse time é o mesmo que o do ano passado, porém com alguns reforços, nós vemos o quanto o Muricy é um excelente técnico, pois ele conseguiu levar esses mesmos jogadores atualmente ruins a um inédito tri-hexa campeonato e isso após estar 21 pontos atrás do Grêmio que acabou vice-campeão.

Pelo que eu vejo nas ruas daqui donde eu moro a maioria do povo são paulino também não gostou da demissão do Muricy. Álias, acho que só há um único nome que poderia substituir o Muricy sem deixar nenhum torcedor triste e esse nome é o do Felipão que está indo pro Uzbequistão…

Faço coro a faixa que li neste último domingo no Pacaembu que dizia o seguinte “Muricy, a diretoria esqueceu dos seus títulos, os torcedores não”.

Deixe um comentário »

O Eixo do Mal

Nessa semana os terroristas da Coréia do Norte fizeram mais um teste nuclear que ameaçou a paz mundial, entretanto pra sorte da humanidade, os EUA interviram e agora a Coréia do Norte faz parte do eixo do mal!

Coréia do Norte, o legítimo Eixo do Mal!

Ufa! Quem bom, agora já me sinto bem mais aliviado…

Já pensou o que será do mundo se esse bando de coreanos tiverem acesso a essas armas de destruição em massa?! Meu… Tipo assim, já era mano!!

Porque tipo assim, só países que não fazem parte do eixo do mal podem ter essas armas! Tipo os EUA. Eles não são o eixo do mal, eles não! E é exatamente por isso que eles podem ter mais de VINTE MIL bombas nucleares em seu solo e os outros países não podem nem fazer alguns testes.

E também tem outra né, fora os americanos serem bem melhores do que nós (os não americanos), eles também podem ter bombas nucleares, afinal, eles sabem bem os perigos à vida que essas bombas causam, já que são a única nação que as lançou sobre seres humanos e isso há distantes sessenta e quatro anos atrás. E pra não ficarem na dúvida dos efeitos, fizeram isso foi logo duas vezes.

Agora olha que paradoxal, os EUA dominam essas armas a mais de sessenta anos, já mataram milhões com seu uso, e hoje muitas décadas depois, se algum país mexe com essas coisas é nomeado como integrante do “eixo do mal”. Mas então porque os EUA não fazem parte desse tal “eixo do mal”?

Estranho né?

Talvez a resposta seja porque de acordo com a definição aceita pela ONU: “Os opositores à política norte-americana são os formadores do chamado Eixo do Mal”. Hum… Não sei se é impressão minha, mas eu desconfio que essa definição seja levemente tendenciosa.

Tendenciosa a favor dos EUA? Não… bobagem minha!

E o mais Moh Legal de tudo isso é que sendo os EUA quem nomeiam os maus, eles estão acima de qualquer julgamento. Ou seja, você que é americano, mas americano de verdade e não latino-americano, pode matar a vontade, pois tu és VIP. Mau é quem morreu, se fosse bom igual a tu não teria morrido.

Mas não fiquem tristes ou assustados, latinos-americanos que leêm essa postagem, pois as coisas são assim mesmo, manda quem pode e obedece quem tem juízo, e esse papelzinho de obedece-lôs, nossos políticos, mídia e educação escolar nos ensinam muito bem.

Deixe um comentário »

Guiado por Deus

A frase-título deste post é bem comum em adesivos de carros, caminhões, motos, enfim… Todos que estão no trânsito recorrem mesmo é para proteção divina por que depender da cautela alheia nas ruas é uma roleta russa.
Acontece que eu comprei uma moto para mim, uma Biz. E eu não sei do que temer mais: os acidentes; os ladrões; ou os caras da auto-escola onde estou tirando a minha habilitação.
Por partes…
-Qualquer acidente, por mais bobo que seja, para um motoqueiro pode ser fatal.
-O índice de roubos de moto é altíssimo, quem não conhece uma história de alguém próximo que já teve a moto roubada?
-E, é do conhecimento de todos a máfia fudida má índole dos funcionários das auto-escolas.

Acho o fim dos tempos ter que ficar escolhendo um modelo de moto que seja menos “visada” pela bandidagem para ter esperança de andar tranqüilo com o que você suou para comprar. E mais roubalheira ainda são os esquemas para tirar a carteira de habilitação, acredito que o número de carteiras compradas, pelo menos aqui em Cotia, deve passar dos 60% do total de habilitações emitidas. Você é tachado de louco quando diz que vai “tirar na raça”.

É, vem bem a calhar um adesivo desses… Só Deus mesmo para nos dar orientação nesse mundo que está de ponta-cabeça.

André

2 comentários »

Vamos às compras

Estava andando pela famosa Rua 25 de Março na Praça da Sé, centro de São Paulo (como vocês devem saber, essa rua é muito conhecida por ser o “point” de venda de produtos piratas e contrabandeados) quando me deparo com uma figura nada comum entrando e saindo das barracas que ficam dentro do Shopping 25 de Março.

A primeira vista fiquei meio bobo com a cena, por isso continuei observando para ver se a tal figura estava fazendo compras ou apenas dando uma olhada.

E para a minha surpresa, essa figura, uma mulher, que por acaso é uma oficial da Policia Militar estava realmente fazendo compras.

Fiquei meio puto da vida, pois ela é uma oficial do serviço militar e no mínimo deveria não comprar produtos contrabandeados, já que deter a entrada desses produtos ela não detém.

Farei um parentes sobre algo que ouvi certa vez: “O dever de deter a venda de pirataria e produtos contrabandeados na cidade de São Paulo é da Policia Civil.”

Porém penso que isso é nada mais nada menos do que um álibi que a PM encontrou para empurrar para os outros uma responsabilidade que é dela. Eles simplesmente tiraram o deles da reta.

Na foto abaixo vemos a tal mulher da PM escolhendo alguns relógios numa barraquinha de bugigangas e com a mão esquerda ela segura um saco preto (desses de lixo) onde guarda todas as suas compras.


Daí surge novamente aquela velha pergunta: Dá para confiar na PM?

Não, não dá! Como confiarei numa policia que apóia o crime organizado?

Apesar de que diante de tantas coisas podres que já vimos essa PM de São Paulo fazer, penso que realizar umas comprinhas de alguns produtos piratas e contrabandeados e dessa maneira ajudar diretamente a enriquecer o bolso do maior mafioso que existe em solo brasileiro, Law Kin Chong não é nada…

1 Comentário »

Aqui só tem lugar pra um

O egoísmo é uma das atitudes que mais fazem mal a nossa atual sociedade. Ele simplesmente está por trás de diversos atos ruins da nossa sociedade: roubar, agredir, desrespeitar, guerrear,… pois quem rouba, agride, desrespeita, guerreia no fundo só pensa no seu próprio bem, e não no de quem está sofrendo por causa desses atos, logo quem faz qualquer um desses atos é um baita de um egoísta.

Vocês acham que o Moe pensou que o Calvin pode ter ficado com fome o resto do dia inteiro por ele ter roubado o seu dinheiro? Claro que não! E na nossa sociedade também é assim que as coisas funcionam…

Desde pequenos nós somos induzidos a pensar de maneira egoísta, pois o regime financeiro adotado no nosso mundo é extremamente egoísta: O Capitalismo. Nele quanto mais se acumulam bens materiais e dinheiro mais bem sucedido a pessoa é.

Num geral todos nós só pensamos no nosso bem e não nos importamos muito se para obtê-lo teremos que passar por cima de outra ou de outras pessoas. É aquela velha frase que a cada dia tornasse mais comum ouvir “Temos que matar um leão por dia”.

Lembrando que temos que “matar um leão por dia” para assim poder entrar no “bendito” mercado de trabalho, tudo para dançar conforme a música, ou seja, ser um capitalista, ou em outras palavras ter poder financeiro e assim conseguir satisfazer as minhas vontades pessoais.

Bem, pra falar a verdade, é legal juntar o seu dinheirinho e realizar as suas vontades pessoais, não serei hipócrita pra falar ao contrário, mas o grande problema de tudo isso é que de um modo geral, quando as pessoas só pensam nisso, elas deixam de lado a ética, respeito ao próximo, educação e tudo mais que é necessário para formar uma pessoa com princípios e que saiba viver em sociedade.

Se cada um de nós pensasse mais no próximo, assim como está escrito na Bíblia “Amai ao próximo como a si mesmo” e não quiséssemos apenas matar um leão por dia, com certeza a vida aqui na Terra seria mais harmoniosa e com menos problemas.

Ou vocês acham que se no mundo não houvesse egoísmo os únicos beneficiados seriam o Calvin e a emusic.com?

Deixe um comentário »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.